Exposição Diário das Nuvens de João Francisco Vilhena

Exposição: Exposição Diário das Nuvens de João Francisco Vilhena
Imagens: João Francisco Vilhena
Poemas: João Paulo Cotrim
Local: Livraria de Santiago
Datas: 14 a 31 de outubro

Descrição: Dois amigos que há muito não se viam, reencontraram-se. E logo ergueram planos, vários, que foram pondo em movimento, em invariável busca do cruzamento entre imagem e palavra. Estavam nisto quando regressaram os dias que pareceram um só, estendido até perder de vista. Suspenderam-se os encontros e os abraços congelaram no ar. Era o confinamento. Diz um: as nuvens olham por nós, envolvem-nos em silêncio. Podem absorver maus pensamentos, só por lhe devolvermos um olhar paciente, diz o outro. O primeiro escolhia a nuvem vista da sua janela de último andar e logo transmitia desafio, travando a passagem das massas fascinantes. O segundo na varanda do seu derradeiro andar parado antes do céu acompanhava a dança sem marcação, na absoluta liberdade da recolha de ecos do mundo e do espírito das palavras. O parágrafo só se fechava, entre o delírio e a trova, a observação e o pensamento, com o espelho da fotografia.

Dia 14 de outubro: Inauguração da exposição com os autores