folio cenas

FOLIO malandro!

Rute Sousa Blog

Já se sabe que no Folio há sempre bons malandros. Amanhã é Mário Zambujal que vai estar à conversa com Cristina Carvalho e o espanhol J. A. González Sainz. Fala-se sobre escrever à “velocidade das revoluções”.

Mas há mais conversas: Carlos Querido, Luisgé Martin e Mário Gomes viram as “mentalidades do avesso” e Mário Carvalho e Luísa Costa Gomes falam dos “velhos hábitos dos novos revolucionários”.

Esta quinta-feira traz-nos ainda a gravação, ao vivo, do programa de rádio “Obra Aberta”, da Rádio Renascença, CCB e Abysmo e haverá uma aula sobre António Nobre, Camilo Pessanha e Raul Brandão, por Ernesto Rodrigues.

A Tinta-da-China vai explicar como se desenha um livro e, pela hora de jantar, vamos ter La FOLIA, um concerto programado pela Embaixada de Espanha. Porque não há literatura sem festa. Nem literatura sem primeira-dama que amanhã vem ao Folio com Vitorino.

“E armas? Vamos para uma coisa dessas de mãos a abanar?”
“Vamos. Armas, não”*

Vamos então ao FOLIO, que fala de revoluções, revoltas e rebeldias. As nossas armas são as palavras… E há lá coisa melhor?

*in Crónica dos Bons Malandros de Mário Zambujal